Domingo, 3 de Julho de 2005
palavras ditas ao vento.. pk tu não as ouves!

afraid.jpg


Eu vou amar-te.


Não importa quantos gritos surjam, vou amar-te.


Não olharei sinais de alerta nem verei censura de


Outros olhos, tontos, de inveja deste meu amor que é louco.


Que sangra, rebenta-me nas veias.


Palpita, este amor que arde.


Vou amar-te de coração aberto,


Nem me importa a dor,


Assim vou amar-te,


Esgueirando-me nas sombras, como a luz,


Tocar no teu corpo, amar nos imaculados lençóis,


Ungi-los de dor, de amor, com as carícias


Mais difíceis e mais ingénuas que te farei.


Vou amar-te assim derramando-me,


Lagrimas que não desalinham a cama,


Vou tocar-te a pele como bruma.


Ah! Eu vou amar-te!


Vou ser parte da tua pele como a luz das manhãs.


Moldar-me ao teu corpo, esgueirar-me,


Poder tocar-te nas manhãs,


Todas as manhãs,


Quero ser quem te beija a pele e te aquece o corpo.


Quero ser só tua até ao infinito do nosso ser!...



publicado por almadaescuridao às 01:02
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


posts recentes

MUDEI!!!

Levaste A Minha Vida

Não critiques...

:):

Dia Da Mulher

Caminho

Finalmente aqui

Sou apenas...

Pôr do sol

Mais um desafio..

arquivos

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

DOCE E ANGELICAL
Template by an@kel

Todos os direitos reservados © - Proibida a copia total ou parcial

blogs SAPO
subscrever feeds