Sábado, 21 de Janeiro de 2006
Como a arvore

Quero ser como a arvore fundosa, que dá frutos perfeitos iguais a ti...

 


Como a árvore forte mas serena,
Árvore boa, acolhedora, amena,
Assim desejo ser.
Como a árvore, que os ventos em rugidos
Ferem, deixando os ramos retorcidos,
Mas pronta sempre  a renascer.

 
Quero ser como a árvore florida
Que em cada ramo um ninho acolhe, amiga:
- Harmonia e canção!
E que ao beijo da Primavera
O ritmo das seivas acelera
- E é toda uma canção.


Ser forte e ser sensível como o pinho
Que faz vibrar nos ramos, em murmurinho,
Os acordes da escala musical.
E, se no tronco lhe abrem uma ferida,
Prodigaliza o ouro de sua vida
Em aromado líquido cristal.

 
Ser assim como a árvore constante,
Companheira do trôpego viajante,
Que abriga, que dá sombra, fogo e lar;
E que, mostrando a copa à distância,
Antecipa um ambiente de fragância,
Refrigério de sítio salutar.

 
Lograr erguer-me, assim, como a palmeira,
Cuja expressão rectilínia e altaneira
Não é orgulho, mas serenidade...
E, ao dominar meu coração transviado,
Ser amor grande, imenso, ilimitado,
Concretizando a anónima bondade.


*desconheço o autor*



publicado por almadaescuridao às 14:15
link do post | comentar | favorito
|

6 comentários:
De Anónimo a 22 de Janeiro de 2006 às 21:40
Olá Anakel... Qto tempo... Estou passando para ver as novidades... Seu cantinho como sempre maravilhoso... Lindo texto e imagem semea no seu reino angelical... Vim convidá-la também a passar lá no Meu mundo de fadas pra pegar um Award pra você... Se você tiver uma pagina de gifs angelicais me avisa para eu linkar a página do Meu mundo de fadas... Se não tem, bem que poderia ter né... Você faz tantas coisas lindas... Depois passa lá pra pegar o award, Meu mundo de fadas está de visual novo...Sária
(http://meumundodefadas.zip.net/)
(mailto:sariasant@yahoo.com.br)


De Anónimo a 22 de Janeiro de 2006 às 12:19
Excelente imagem, e um poema interessante, passei para deixar um abraço...Juda
(http://osaldanossapele.blogs.sapo.pt)
(mailto:juda-ben-hur@sapo.pt)


De Anónimo a 22 de Janeiro de 2006 às 11:52
Num lindo jardim, em meio a uma imensidão de flores,
nasceu uma linda rosa que logo despertou a atenção
de todas as outras flores que viviam ao seu redor.
Ela se destacava no jardim.
Todas as outras flores queriam falar com ela,
ouvir a sua voz, sentir seu cheiro,
acariciar suas belas pétalas vermelhas.
Embora fosse dona de uma beleza inigualável,
todos a procuravam na intenção de ouvir suas palavras,
seus corretos conselhos, suas perfeitas ações...
O Lírio ficou encantado com a sua inteligência
e apaixonou-se por ela;
o Cravo, que era bastante esperto namorava
com todas as outras flores
do jardim mas nunca deixava a rosa viver em paz
- ele a achava especial demais e queria guardá-la
para um dia especial.
Já o Girassol resolveu dar proteção à rosa,
não deixava que nenhum gavião se aproximasse dela,
ele deixou de olhar para o sol e passou a olhar
apenas para a rosa,
enfim a rosa era cobiçada por todos...
Mas, e ela? o que achava de tudo isso?
A Rosa sentia-se muito querida, gostava da companhia
de todos que estavam a sua volta,
mas não por muito tempo.
De repente ela começava a perceber
os defeitos dos seus companheiros:
O Lírio, por estar tão apaixonado esqueceu-se
de si mesmo, não sabia mais agir por seus próprios
pensamentos e a Rosa não tolerou
a "falta de personalidade";
O Cravo ela ficou apaixonada, lutou por ele,
sofreu por ele, perdoou suas traições com outras flores,
mas compreendeu que ele nunca
mudaria, que sempre seria o mesmo "Cravo esperto"
e simplesmente, afastou-se dele.
Logo depois, o dono do jardim levou-o para um outro
jardim bem mais distante, porém, vez ou outra, a rosa
recebe notícias do Cravo através dos passarinhos que
andam vagando pelos jardins, parece que o Cravo nunca
esqueceu a Rosa... Mas é pura esperteza,
ele jamais abandonaria as outras flores;
O Girassol, apesar de toda a sua dedicação,
não conseguiu conquistar seu coração.
A Rosa precisava respirar, crescer, amadurecer...
O Girassol sentia-se bastante enciumado com isso
e tinha sérias discussões com a Rosa... ela não agüentou
e passou a ignorar a sua presença.
Apesar disso, o Lírio, o Girassol e o Cravo continuam
sempre ao seu lado.
Eles tornaram-se seus amigos e a Rosa nunca deixou de
espalhar um pouco do seu perfume sobre eles...
Na verdade, o grande sonho da Rosa é encontrar a flor
que a entenda e que a ame verdadeiramente.
Ela tem plena convicção que sua flor está neste mesmo
jardim, entretanto as outras flores impedem sua visão.
Por isso, ela precisa crescer, amadurecer, desabrochar
e tornar-se forte para conseguir avistar sua flor
e que essa flor consiga sentir o seu imenso amor.
Este é o sonho de todas aquelas pessoas
que ainda não encontraram seu amor.
Continuem crescendo,desabrochando, para que se
tornem grande e forte o suficiente para encontrarem e
viverem um grande amor.


Autora: Paka

destino
(http://deusadodestino.blogs.sapo.pt)
(mailto:marta_ribeiro21@hotmail.com)


De Anónimo a 22 de Janeiro de 2006 às 11:49
Ola an@kel ;)

Que belas palavras estas. Quem não deseja ser arvore assim, forte e imponente, alegre e contente, transpirando armonia, a qualquer um que dela se queira abeirar? Desejo-te um fantastico fim de semana lotado de coisas boas e doces, enfim de tudo o que tu desejares. BeijinhosHorus
(http://thehorusplace.blogs.sapo.pt)
(mailto:thehoruseye@hotmail.com)


De Antique_Angel a 1 de Setembro de 2007 às 06:10
Esta imagem foi feito por mim, =)


De Albenia Fonseca a 29 de Outubro de 2009 às 14:32
Muito especial o seu blog. Parabéns!


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


posts recentes

MUDEI!!!

Levaste A Minha Vida

Não critiques...

:):

Dia Da Mulher

Caminho

Finalmente aqui

Sou apenas...

Pôr do sol

Mais um desafio..

arquivos

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

DOCE E ANGELICAL
Template by an@kel

Todos os direitos reservados © - Proibida a copia total ou parcial

blogs SAPO
subscrever feeds